quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Meias esportivas

Olá Pessoal,

Nós corredores estamos sempre preocupados com o tênis que utilizamos para treinar e competir. Às vezes escolhemos vários modelos de acordo com o tipo de terreno (asfalto, terra, areia, etc.), o tipo de pisada (pronada, neutra ou supinada), amortecimento, peso, entre outras variáveis. E cada vez mais o mercado apresenta novos lançamentos e novas tecnologias. Estamos numa busca constante por aquele tênis que talvez nem exista ou que imaginamos que vá solucionar os nossos problemas e nos ajudar a correr cada dia mais rápido e/ou mais longe. Percebo a grande preocupação das pessoas com os tênis de corrida o que é absolutamente normal visto que, todos nós queremos conforto e prazer durante a corrida. Agora nos esquecemos de um detalhe que pode parecer simples e que a grande maioria das pessoas não se preocupa: AS MEIAS.

Gastamos muito dinheiro ao longo do ano na escolha de bons equipamentos para corrida (tênis, shorts, camisas tecnológicas, etc.) e não damos à devida atenção as meias. Isso ocorre com a grande maioria das pessoas que pensam que as meias não fazem diferença real na corrida. É claro que faz e muito!!!

O que adianta utilizar um tênis com excelente qualidade de amortecimento, controle de movimento, cabedal que permite a ventilação, entre outras coisas e utilizar um par de meias de algodão que retém a umidade e pode provocar infecções nos seus pés ou um par de meias com um sistema de fechamento de costura simples que pode provocar uma bolha nos seus pés não permitindo que você continue o treino ou a competição? Quem nunca viu nessas lojas especializadas em venda de material esportivo uma pessoa gastando um bom dinheiro na escolha de um tênis para corrida e no final da compra acrescentando 3 pares de meias de algodão simples para utilizar com aquele tênis.

Um bom par de meias pode ser um excelente investimento para quem leva a corrida a sério. Meias específicas para corrida oferecem conforto, amortecimento adicional e o que na minha opinião é mais importante, evitam bolhas no pé.

Eu mesmo já tive uma experiência desagradável durante um treino longo. Estava utilizando uma meia de cano curto de algodão que ao longo do treino provocou uma grande bolha no meu calcanhar me impossibilitando de terminar o treino. Quando tirei o tênis e vi o tamanho da bolha fiquei assustado. Por minha sorte era apenas um treino, mas fiquei pensando em quanto tempo nos dedicamos a uma prova. Semanas e mais semanas de treinamento duro para no “Grande dia” ficar no meio do caminho por causa de uma bolha causada por um par meias inadequadas para corrida. Em geral aprendemos as coisas na corrida da pior maneira: Sofrendo. Depois deste dia resolvi dedicar um pouco mais de tempo e dinheiro na escolha de meias que me dão conforto e segurança para treinar e competir.

Existem diversas empresas especializadas na confecção de meias esportivas para corrida, trail run, triathlon, montain bike, ciclismo, ski, entre outras modalidades.

Uma dessas empresas é a LORPEN que atua em mais de 50 países tendo um rigoroso sistema gerencial de controle de qualidade garantindo as meias tolerâncias precisas quanto à elasticidade, resistência a abrasão e acabamento.

No último final de semana fiz um pedal até a cidade de Itabirito e aproveitei a oportunidade para utilizar a meia XTREME BIKE/ TRAIL Extra Thin (X.B.T.F) produzida pela LORPEN.





A meia é composta por 75% Coolmax (mantém o pé fresco e seco), 15% Poliamida (resitência e proteção) e 10% Lycra (manter a posição correta). Apresenta costura extra plana sobre os dedos (sem relevo) e tricotagem de múltipla densidade garantindo o amortecimento, controle de umidade e compressão adequada.



Utilizei a meia X.B.T.F durante o treino de bike realizado no último final de semana saindo do Alphaville – Lagoa dos Ingleses em direção a Itabirito. A distância total percorrida (ida e volta) foi de 60 km em percurso variado (subidas e descidas).

Ao colocar a meia nos pés foi possível notar o conforto devido à costura extra plana onde não existem relevos como nas meias comuns que tendem a incomodar ao longo do treino e competição. O ajuste da meia nos pés também foi impressionante gerando compressão adequada em cada região dos pés.

Ao longo do treino percebi que a meia se manteve colada no pé o tempo todo evitando dobras que posteriormente poderiam gerar bolhas e dores nos pés. Ao final do treino (após 2 horas e 23 min.) pude perceber que a meia estava seca e o pé não apresentava nenhuma marca proveniente de pontos de pressão entre a meia e o calçado. Realmente fiquei impressionado com a qualidade da meia e o conforto gerado por ela.

No próximo final de semana vou fazer um treino combinado (Bike + Corrida) visando a minha preparação para o Ironman Brasil. O treino consiste em pedalar, fazer uma transição rápida (descer da bike, tirar a sapatilha, calçar o tênis) e correr. Vou utilizar novamente a meia X.B.T.F para ver como ela se comporta ao ser utilizada em duas modalidades em seqüência pois pretendo utilizá-la no Ironman Brasil.

Aconselho a todos a visitarem o site da LORPEN para conferir os diversos tipos de meias esportivas.

http://www.lorpen.com.br/

Na próxima semana mais informações sobre a utilização da meia X.B.T.F da LORPEN em treinos combinados (bike + corrida).

Um forte abraço a todos e bons treinos!!!

Léo Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário